Hoje à tarde, a fila única da bilheteira estava sempre concorrida e os respetivos funcionários do terminal, localizado a 100 metros do Santuário de Fátima, sempre ocupados.

Um autocarro proveniente de Lisboa deixava hoje à tarde no terminal vários passageiros, entre eles, um grupo de cinco religiosas da congregação Irmãs Franciscanas Hospitaleiras da Imaculada Conceição, de Linda-a-Pastora, no concelho de Oeiras.

Quando abordada pela Lusa, a irmã Eliane afirma, com um sorriso largo, que o grupo veio a Fátima para viver os próximos “dias bonitos”, marcados pela visita do papa Francisco, pelo centenário das “aparições” de 1917 e pela canonização dos pastorinhos Francisco e Jacinta.

A poucos metros está Vera, de Lisboa, que regressa hoje a casa de autocarro depois de ter chegado a Fátima a pé, na companhia de um grupo de peregrinos.

“Vou-me embora hoje, amanhã é mais confusão”, referiu a peregrina, que aguardava pelos amigos que estavam na fila da bilheteira.

Na sala de espera, sentadas, estavam Rosa e Alexandra, do Porto. As duas mulheres partiram da Invicta ao início da madrugada de sábado e chegaram hoje de manhã a Fátima.

“Chegámos, fizemos as nossas coisinhas e vamos embora”, afirma Alexandra, confessando que optaram partir hoje porque “o cansaço já é muito”. Rosa e Alexandra integravam um grupo de 17 peregrinos do Porto, os restantes 15 vão ficar em Fátima.

A chegar de Sintra, um grupo que travou conhecimento durante a viagem e que vem encontrar-se em Fátima com o mesmo grupo de peregrinos. Emília, de 50 anos, já esteve outras vezes em Fátima, mas nunca no dia 13 de maio.

“Venho agradecer”, responde simplesmente, realçando que a visita de Francisco – que já teve a oportunidade de ver em Roma – torna esta deslocação mais especial.

Já para Maria José, de 71 anos, visitar Fátima é uma coisa que faz com muita regularidade e avança que no final deste mês estará de regresso. Para a septuagenária, a visita de Francisco é importante, mas realça que para si o importante é a sua devoção a Fátima.

A Lusa falou com alguns dos comerciantes com lojas no terminal rodoviário. Admitem que o movimento de pessoas aumentou nos últimos dois dias, mas “nada de extraordinário”.

As várias transportadoras que operam no Terminal Rodoviário de Fátima anunciaram transporte especial para os dias 12 e 13 de maio e aconselharam a compra antecipada de bilhetes.

Na sua página online, a Rodoviária do Lis informou que ia reforçar o número de funcionários nas bilheteiras e de apoio à movimentação no Terminal Rodoviário de Fátima.

Francisco é o quarto papa a visitar Fátima.

O papa tem encontros previstos com o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, logo à chegada, e com o primeiro-ministro, António Costa, no dia 13.

Os anteriores papas que estiveram em Fátima foram Paulo VI (1967), João Paulo II (1982, 1991, 2000) e Bento XVI (2010).

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.