O elemento do PNR detido tentou, por várias vezes, furar o cordão policial que separava a manifestação dos imigrantes.

Os imigrantes, que se juntaram ao início da tarde junto ao Centro Comercial da Mouraria, em Lisboa, deram já início ao desfile em direção às Portas de Santo Antão.

Os ânimos exaltaram-se quando os imigrantes passaram, na Praça do Martim Moniz, pelos elementos do PNR.

Entretanto, elementos da PSP cercaram os elementos do PNR para que o desfile dos imigrantes decorra sem problemas.

Organizadores do protesto afirmaram à agência Lusa que cerca de dois mil imigrantes estão presentes na manifestação, que conta também com a presença do deputado do BE José Manuel Pureza.

Os imigrantes exigem uma alteração da Lei de Imigração para resolver o problema de cerca de 30 mil estrangeiros que vivem em Portugal, mas sem autorização de residência, apesar de trabalharem no país, fazerem descontos para a Segurança Social e pagarem impostos.

No seguimento da convocação desta manifestação, o PNR marcou também para a Praça do Martim Moniz um protesto, que tem como lema contra a "invasão de imigrantes, por uma justiça social para os portugueses".

No início da manifestação, a PSP montando um cordão policial para separar os elementos do PNR dos imigrantes.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.