“No âmbito do Mar 2020 já foram aprovados 57 projetos de investimento produtivo de empresas da indústria transformadora, permitindo alavancar um investimento de cerca de 146 milhões de euros”, lê-se numa nota publicada na página na internet deste programa, que integra o Portugal 2020.

Através deste apoio está assim prevista a criação de 728 postos de trabalho e a dinamização da produção para 477 mil toneladas.

Em causa estão 26 projetos relativos à criação ou modernização de unidades de preparação dos produtos da pesca e aquicultura, 16 que dizem respeito a unidades de congelação e nove a conserveiras, bem como quatro projetos que respeitam a unidades de salga e secagem e dois a fábricas de farinhas e/ou refeições pré-cozinhadas.

O maior número de empresas apoiadas e o maior volume de investimento situa-se nas regiões Norte e Centro.

“Atendendo à importância deste setor, na fileira da pesca e na economia do mar, e à sua relevância para a economia nacional, serão criadas no PO [programa operacional) Mar 2020 novas oportunidades de financiamento, através de aviso para a receção de candidaturas a lançar ainda este ano”, acrescentou.

Em outubro, através deste programa foram pagos mais de quatro milhões de euros a beneficiários, sendo que, no total, são apoiados pelo Mar 2020 3.604 projetos que envolvem um investimento de 542 milhões de euros.

O conjunto dos pagamentos já realizados no âmbito deste programa ultrapassa os 170 milhões de euros de apoio público e representa quase metade (47%) do valor dos apoios aprovados.

No início de outubro, o Mar 2020 tinha anunciado a antecipação em quatro meses dos objetivos da Comissão Europeia em matéria de execução, garantindo a manutenção dos fundos.

Em setembro, 29% da dotação programada para o Mar 2020 estava certificada.

O Mar 2020 tem como objetivo a implementação das medidas de apoio enquadradas no Fundo Europeu dos Assuntos Marítimos e das Pescas (FEAMP), estando entre as suas prioridades a promoção da competitividade, a sustentabilidade económica, social e ambiental, bem como o aumento da coesão territorial.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.