O roteiro “Cidadania em Portugal” arranca na próxima segunda-feira, dia 24 de outubro, Dia Municipal para a Igualdade, e a equipa do projeto vai percorrer o país numa carrinha durante os próximos nove meses, andando pelo continente e ilhas, até ao dia 30 de junho do próximo ano.

O objetivo, tal como adiantou à Lusa a secretária de Estado para a Cidadania e a Igualdade, é por o país a debater questões de cidadania, convidando as comunidades a conhecer bons exemplos de cidadania, ao mesmo tempo que estimula a reflexão sobre o combate às desigualdades ou discriminações.

Para já estão definidos dez temas: saúde e qualidade de vida, combate às desigualdades, educação para a cidadania, ambiente e bem-estar, igualdade de género, territórios sustentáveis e desenvolvimento local, instituições eficazes e inclusivas, trabalho digno e crescimento económico e luta contra a pobreza e exclusão social.

A iniciativa parte do Governo, em parceria com a ANIMAR — Associação Portuguesa para o Desenvolvimento Local, estando envolvidas organizações como a RUTIS (Rede de Universidades Seniores), Inatel, federações académicas, Associação de Cegos e Amblíopes de Portugal (ACAPO), Federação de Surdos, Economia Social, autarquias, organismos da administração pública, entre outros.

“Estão marcadas iniciativas em mais de cem municípios. A primeira é dia 24, em Lisboa, com o arranque da carrinha associado à entrega do Prémio Igualdade, que vai ser entregue como primeira iniciativa do arranque da carrinha”, adiantou Catarina Marcelino.

A carrinha vai estar sempre nos locais onde decorrem as iniciativas, tem dois animadores e materiais pedagógicos e didáticos para serem disponibilizados, desde jogos sobre cidadania ou vídeos.

“Temos seis seminários previstos por todo o país. O primeiro será em dezembro, em Setúbal, sobre a luta contra a pobreza e a exclusão social, mas depois também teremos seminários sobre multiculturalidade, sobre territórios sustentáveis ou educação para a cidadania”, disse a responsável.

Na opinião da secretária de Estado, é preciso ter um país com uma comunidade mais ativa, no âmbito da cidadania.

“E precisamos que as instituições, localmente, no terreno, desenvolvam atividades que contribuam para uma sociedade mais ativa e mais consciente do seu papel de cidadania e é isso que vamos fazer”, adiantou Catarina Marcelino.

De acordo com a secretária de Estado, esta é uma iniciativa que vai ser parcialmente financiada através dos jogos sociais.

A cerimónia de apresentação do roteiro acontece na segunda-feira, pelas 16:00, no Largo da Misericórdia, com a presença do Ministro-Adjunto, Eduardo Cabrita, e da secretária de Estado Catarina Marcelino.

Até ao final de 2016, o roteiro vai estar na Grande Lisboa e na Península de Setúbal (entre 24 e 29 de outubro), indo depois para o Grande Porto (entre 7 e 12 de Novembro).

De seguida (entre 21 e 26 de Novembro) o destino passa pelo Minho-Lima e Ave, Tâmega (entre 5 e 10 de Dezembro) e Alto Trás-os-Montes (entre 12 e 17 de Dezembro), prolongando-se em 2017 nas restantes regiões do país.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.