Ao SAPO24, fonte das relações públicas da Marinha e da Autoridade Marítima Nacional, confirmou que uma pessoa morreu e duas pessoas estão desaparecidas numa praia do Meco.

Em declarações à imprensa, o capitão do porto de Setúbal e comandante local da Polícia Marítima, Luís Lavrador, confirmou estas informações, dando conta que os três envolvidos são praticantes de parapente e de nacionalidade austríaca, dois homens e uma mulher.

Segundo o capitão do porto de Setúbal, o incidente ocorreu pelas 11h30 desta segunda-feira, 9 de abril. A mulher caiu muito próximo da água, tendo sido arrastada para o mar. Os dois indivíduos tentaram resgatar esta mulher, sem sucesso, tendo depois entrado em dificuldades.

Um dos praticantes de parapente envolvido, um homem de 45 anos, foi projetado para terra quanto tentava o resgate, tendo acabado por falecer. O indivíduo foi resgatado em paragem cardiorrespiratória e ainda foi sujeito a manobras de reanimação, mas não sobreviveu.

Luís Lavrador referiu ainda que, tal como a vítima mortal do acidente, os dois desaparecidos - um homem e uma mulher, ambos com cerca de 30 anos, também de nacionalidade austríaca - integravam um grupo que se deslocou a Portugal para a prática da modalidade.

O resgate conta com o apoio da Força Aérea, mas as condições atmosféricas não permitem correr mais riscos. A esperança do comandante Luís Salvador é que com a mudança da maré, às 16h30, as condições se alterem e seja mais fácil proceder ao resgate.

Inicialmente a Marinha referiu que duas das três vítimas que tinham "aterrado no mar" já teriam sido resgatadas, mas, segundo o capitão do porto de Setúbal, até pouco antes das 14:00 só tinha sido efetivamente resgatada uma pessoa e as outras duas continuavam desaparecidas.

Para as operações de busca foram mobilizados duas lanchas (uma da Polícia Marítima e outra do Instituto de Socorros a Náufragos), uma moto 4 deste instituto, uma viatura dos Bombeiros Voluntários de Sesimbra, três ambulâncias, uma viatura médica e um psicólogo do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), um helicóptero EH-101 da Força Aérea Portuguesa e mergulhadores.

[Notícia atualizada às 14h34]

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.