Para testar o funcionamento do modelo, nos primeiros dias, vão ser vacinados idosos com mais de 80 anos com doenças associadas no Norte do país e em Lisboa.

Esta semana, os idosos com mais de 80 anos vão começar a ser vacinados, numa operação que visa começar por administrar a vacina contra a covid-19 a idosos com mais de 80 anos e com doenças associadas no Norte do país e na região de Lisboa e Vale do Tejo, segundo noticia o Público.

Desta forma, será adiado o início da vacinação de pessoas com mais de 50 anos e com patologias graves, que ficarão para um outro momento desta primeira fase do plano de vacinação.

Segundo refere o coordenador da task-force responsável pela execução do plano de vacinação, Francisco Ramos, os primeiros dias deste processo servirão para testar o modelo, que posteriormente será alargado a todo o país. Nesta fase, a administração será realizada nos centros de saúde.

No Norte, em cada Agrupamento de Centros de Saúde (ACeS) está a ser criado um centro de vacinação, podendo posteriormente verificar-se mais do que um, caso as condições não sejam suficientes.

A ARS de Lisboa e Vale do Tejo afirmou também, segundo indica o Público, que a vacinação arrancará esta semana na região, referindo apenas que “os centros de saúde vão organizar-se”.

No que diz respeito ao número de vacinas disponíveis, Francisco Ramos não conseguiu precisar e relembrou à publicação a situação da carrinha que transportava 10.800 doses da vacina e que teve um acidente em Madrid, no domingo, reiterando que o ritmo dependerá da chegada das vacinas.

Este novo momento de vacinação visará dois grupos prioritários, cerca de 400 mil adultos com mais de 50 anos e patologias que estejam associadas a casos mais greves da doença covid-19 (doença coronária, insuficiência cardíaca, insuficiência renal e doença pulmonar obstrutiva crónica) e cerca de 340 mil idosos acima dos 80 anos de idade.

Esta semana, Portugal deverá receber vacinas da Pfizer e Moderna e a recém-aprovada pela União Europeia AstraZeneca também deverá chegar a Portugal no dia 9 de fevereiro e as primeiras 73 mil doses serão fundamentais para a aceleração do processo de vacinação.

Esta semana, deverá também começar a ser vacinado metade do quadro ativo dos bombeiros e de comando, pelo que as corporações deverão enviar para as respetivas ARS a listagem de quem será vacinado, em função dos critérios definidos.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.