Em comunicado, o organismo que tutela o futebol a nível nacional informou que as partidas da Seleção A, que terão lugar no Estádio José Alvalade terão 5 por cento (no caso do jogo com Espanha) e 10 por cento (diante da Suécia) da capacidade máxima do recinto, que é de 50 mil espectadores.

Os jogos acontecem a 7 e 14 de outubro, respectivamente.
A informação surge na sequência de várias "reuniões de trabalho havidas nas últimas semanas com o Governo e a Direção Geral da Saúde, a Federação Portuguesa de Futebol".

"No final destes dois jogos as equipas operacionais da FPF elaborarão um relatório detalhado que será analisado pela Autoridade de Saúde com vista a uma eventual autorização da presença de público nos jogos de futebol em Portugal Continental que se reconhece de extrema importância social e económica", acrescenta a nota.

Estes não serão os primeiros jogos com adeptos na era-Covid.  O jogo do próximo sábado, entre Santa Clara e Gil Vicente, a contar para a terceira jornada da I Liga, já vai ter público nas bancadas do Estádio de São Miguel.

A decisão foi conhecida na tarde desta terça-feira. A Liga confirmou ao SAPO24 que o recinto terá um limite máximo de mil pessoas: 300 na bancada central e 700 na bancada Açores. Este número corresponde a 10% da capacidade total do estádio.

Em comunicado, a Liga escreve que "o jogo CD Santa Clara-Gil Vicente (...)  terá público nas bancadas, o que acontece, pela primeira vez no Futebol Profissional desde março, e funcionará como jogo-piloto".

Com a pandemia covid-19, a presença de público nos estádios de futebol foi proibida praticamente à escala mundial, estando a proibição a ser levantada gradualmente em alguns países, embora ainda não tenha sido dada 'luz verde' em Portugal.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.