O jogo do próximo sábado, entre Santa Clara e Gil Vicente, a contar para a terceira jornada da I Liga, já vai ter público nas bancadas do Estádio de São Miguel.

A decisão foi conhecida na tarde desta terça-feira. A Liga confirmou ao SAPO24 que o recinto terá um limite máximo de mil pessoas: 300 na bancada central e 700 na bancada Açores. Este número corresponde a 10% da capacidade total do estádio.

A proposta feita pela Liga, que constava de uma missiva datada de 25 de setembro e enviada pela diretora executiva da Liga, Sónia Carneiro, ao diretor regional da Saúde dos Açores, Tiago Lopes, a que a agência Lusa teve acesso, recebeu o aval das autoridades de Saúde regionais e nacionais.

Em comunicado, a Liga escreve que "o jogo CD Santa Clara-Gil Vicente (...)  terá público nas bancadas, o que acontece, pela primeira vez no Futebol Profissional desde março, e funcionará como jogo-piloto".

Pode ler-se ainda que, tendo em conta o "caráter experimental" deste jogo, pretende-se "recuperar o papel pedagógico e de divulgação que o Futebol Profissional, pela sua notoriedade, pode e quer desempenhar, como a Liga Portugal e as Sociedades Desportivas pedem desde a primeira hora".

A Liga está convicta de que "este poderá ser um passo histórico para a nossa Sociedade Desportiva, para a Liga Portugal e para o futebol português em geral".

Em conclusão, a Liga realça "o papel do futebol enquanto fenómeno de coesão social" e sublinha "o papel do futebol enquanto veículo de promoção turística da Região Autónoma dos Açores".

A Liga marcou uma conferência de imprensa para a próxima quinta-feira, dia 1 de outubro, em Coimbra, para fazer um “ponto de situação sobre a Covid-19 no futebol profissional”.

O jogo entre o Santa Clara e o Gil Vicente está marcado para sábado, às 15:00 locais (menos uma hora do que no continente), no estádio de São Miguel, em Ponta Delgada.

Com Lusa, atualizado às 16:29

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.