Na final, Murray superiorizou-se ao francês Jo-Wilfried Tsonga, 15.º da hierarquia, em dois ‘sets’, pelos parciais de 6-3 e 7-6 (8-6).

Agora, para resgatar o comando na classificação mundial a Novak Djokovic, Murray terá de vencer na próxima semana o Masters 1.000 de Paris e o sérvio falhar o apuramento para a final da competição francesa.

No histórico dos confrontos diretos com Tsonga, Murray ‘cimentou’ a superioridade sobre o gaulês, alcançando o 14.º triunfo em 16 frente a frente.

Este foi o sétimo troféu do britânico nesta temporada, ‘abrilhantada com o título olímpico nos Jogos Rio2016 e o triunfo no ‘Grand Slam’ de Wimbledon.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.