Em comunicado divulgado no sítio oficial na Internet, o clube de Alvalade informou que “adeptos e staff foram alvo de agressões, durante e depois” do jogo da primeira jornada do campeonato nacional de hóquei em patins, diante do Valongo, que os ‘leões’ venceram por 5-3.

Face às agressões após o final do encontro, adeptos e elementos do clube lisboeta tiveram de “refugiar-se nos balneários, sendo necessário prestar imediata assistência médica a um dos adeptos gravemente agredido”, antes de se registar “uma segunda vaga de violência, após entrada de outros adeptos do Valongo, alguns acompanhados de cães e martelos, que voltaram a agredir os adeptos do Sporting que ainda permaneciam nas bancadas”.

“Hoje, o Sporting enviou uma exposição ao Conselho de Disciplina da Federação de Patinagem de Portugal a relatar ao pormenor todos os incidentes. O clube repudia todas as formas de violência no desporto e apela, uma vez mais, às autoridades competentes que ajam no sentido de banir certas pessoas e comportamentos dos recintos desportivos”, transmitiu o clube.

O Sporting salientou ainda que a lotação do recinto “era superior ao permitido, o que contrastava com o reduzido e insuficiente número de forças policiais – circunstância preponderante para o sucedido”.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.