No Jamor, o Sporting vai tentar conquistar pela 17.ª vez a competição, e fugir à crise em que mergulhou na sequência dos incidentes de terça-feira na Academia de Alcochete e também da Operação ‘CashBall’, enquanto o Aves está pela primeira vez na final da prova e vai tentar alcançar a maior proeza desportiva do clube.

O Sporting treinou apenas uma vez, no sábado, já no Jamor, quatro dias depois de cerca de 50 pessoas, alegadamente adeptos ‘leoninos’, terem invadido a Academia de Alcochete e agredido vários jogadores, entre os quais Bas Dost, Acuña, Rui Patrício, William Carvalho, Battaglia e Misic, bem como o treinador Jorge Jesus.

Estes acontecimentos deixaram o Sporting numa grave crise, com várias demissões a acontecerem nos órgãos sociais, incluindo Jaime Marta Soares, presidente da Mesa da Assembleia Geral, que foi uma das vozes a pedir a saída de Bruno de Carvalho.

Tiago Martins apita final da Taça de Portugal
Tiago Martins apita final da Taça de Portugal
Ver artigo

Carvalho mantém-se como presidente do clube, mas não vai estar no Jamor para assistir à final, alegando falta de condições.

Para o Aves, um triunfo permitirá à equipa treinada por José Mota tornar-se o primeiro estreante num final a vencer a prova desde 1990, quando o Estrela da Amadora bateu o Farense, que também nunca tinha disputado a final.

O técnico do Desportivo de Aves tem todos os jogadores disponíveis para o duelo com os ‘leões’.

Na presente temporada, o Sporting, que ficou no terceiro lugar do campeonato, já conquistou a Taça da Liga, ao bater na final o Vitória de Setúbal, no desempate por grandes penalidades.

O encontro tem inicio agendado para as 17:15.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.