“O Nantes e Miguel Cardoso decidiram, de comum acordo, colocar um termo à sua colaboração. O Nantes agradece ao treinador português e ao seu ‘staff’ pelo trabalho e disponibilidade até hoje”, lê-se no sítio oficial do clube, que venceu apenas um dos seis primeiros jogos do campeonato e soma seis pontos.

O português vai ser substituído pelo bósnio Vahid Halilhodzic, que já passou pelo clube e por emblemas como Lille, Paris Saint-Germain e Rennes, além das seleções da Argélia e do Japão, de acordo com uma fonte da direção do Nantes, citada pela agência noticiosa francesa AFP.

“Obrigado ao Nantes, a esta cidade que me acolheu e a todos os adeptos. Os meus jogadores, levo-os no meu coração”, escreveu Miguel Cardoso, na sua conta oficial no Twitter, depois de citar Albert Camus: “E, no meio de um inverno, eu finalmente aprendi que havia dentro de mim um verão invencível”.

Miguel Cardoso, de 46 anos, assumiu o comando do Nantes no início da presente temporada, depois de se ter estreado como treinador principal no Rio Ave, clube que levou ao quinto lugar da edição 2017/18 da I Liga.

Antes, o técnico integrou as equipas técnicas de Shakhtar Donetsk, Deportivo, Sporting de Braga, Académica e Belenenses.

Ao fim de oito jornadas do campeonato francês, o Nantes está em lugar de descida, com seis pontos, os mesmos do Mónaco, de Leonardo Jardim, que segue no 18.º posto, e mais dois do que o lanterna-vermelha Guingamp.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.