A FPC assinalou que as cinco etapas que compõem a prova algarvia do próximo ano, cujo percurso detalhado será apresentado em dezembro, terão “um desenho semelhante ao das edições anteriores, oferecendo oportunidades para ‘sprinters’, trepadores e contrarrelogistas”.

Após uma etapa inicial, entre Albufeira e Lagos, com previsível chegada em pelotão, os trepadores deverão ter a sua oportunidade na segunda tirada, entre Sagres e o alto da Fóia, antes de um contrarrelógio individual, em Lagoa.

O quarto dia de prova, de novo favorável aos ‘sprinters’, vai ligar Almodôvar a Tavira, com a prova a terminar no dia seguinte, no alto do Malhão, após uma etapa que terá partida em Faro, de regresso ao itinerário da prova.

De acordo com o organismo federativo, em 2017, a Volta ao Algarve contou com a participação de 12 equipas do WorldTour, tendo sido a corrida por etapas fora do circuito que mais equipas de primeira divisão do ciclismo mundial conseguiu atrair.

Percurso da Volta ao Algarve de 2018:

1.ª Etapa: Albufeira — Lagos.

2.ª Etapa: Sagres — Fóia.

3.ª Etapa: Lagoa — Lagoa (contrarrelógio individual).

4.ª Etapa: Almodôvar — Tavira.

5.ª Etapa: Faro — Malhão.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.