Em comunicado, a ASAE indicou que esta operação de fiscalização direcionada a armazenistas e distribuidores de jogos de fortuna ou azar foi realizada, nas últimas semanas, pela Unidade Regional do Sul – Unidade Operacional de Évora desta autoridade.

Segundo a ASAE, foram detidos, em flagrante delito, cinco pessoas que se encontravam “a programar de forma digital o material de jogo” e instaurados cinco processos-crime por exploração de jogos fora dos locais legalmente autorizados.

Além das detenções e da instauração dos processos-crime, foi também desmantelado “um local clandestino onde se encontrava armazenado o material de jogo ilícito”, adiantou.

“Foi ainda efetuada a apreensão de 156 máquinas de jogo, uma viatura utilizada para a distribuição do material de jogo ilegal, diversos componentes e ferramentas e documentação indiciária da prática dos ilícitos de índole criminal”, referiu a ASAE.

De acordo com esta autoridade, o valor estimado do material apreendido ascende a 160 mil euros.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.