Os aviões serão entregues ao longo de 2023 e a encomenda poderá acrescer mais 15 aviões, dependendo do cumprimento de certas condições, explicou a CALC em comunicado.

Com este acordo, a firma de aluguer de aviões a longo prazo a companhias aéreas eleva para 203 o número de aviões comprados ao fabricante europeu Airbus.

O novo pedido ocorre numa altura em que a CALC está a ampliar a frota, em resposta ao desenvolvimento rápido do transporte aéreo no país asiático, que em poucos anos deverá superar os Estados Unidos como o maior mercado do mundo para a aviação comercial.

Só este ano, a CALC acrescentou cem aviões à frota.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.