De acordo com a consignação feita hoje à empresa construtura, a empreitada consiste na execução de obras de reabilitação nos pavimentos e vigas de coroamento dos molhes de atracação do cais de cabotagem do Porto da Praia, permitindo o reenquadramento do espaço com novo Plano de Reordenamento Terrestre do Porto.

No documento enviado à Lusa pelo Governo cabo-verdiano, é referido que os trabalhos pretendem fazer “um breve enquadramento” geoestratégico dessa infraestrutura, que se situa na maior e mais populosa ilha do país, com mais de 260 mil habitantes.

“O Porto da Praia, na ilha de Santiago, assume-se como um dos principais portos do sistema portuário de Cabo Verde, desempenhando o duplo papel de afirmação no mundo e de motor de desenvolvimento económico e social do país como porta de entrada na sua cidade capital. O Porto da Praia é um porto Polivalente, versátil e seguro”, descreve-se na nota.

Com uma infraestrutura que garante a operacionalidade de qualquer tipo de navio, os trabalhos pretendem ainda “melhorar a qualidade de tráfego de pessoas e equipamentos dentro do cais de cabotagem, bem como a segurança dos utentes e impulsionar o desenvolvimento económico de Cabo Verde”.

Os trabalhos, a cargo do empreiteiro Armando Cunha, estão orçados em cerca de 104 milhões de escudos (937 mil euros) e deverão estar concluídos dentro de oito meses.

O ato de consignação das obras foi presidido pelo ministro do Mar Abraão Vicente, o qual frisou que vão melhorar as condições de atracagem dos navios e facilitar a deslocação dos passageiros no porto, enquanto não houver gare marítima na infraestrutura.

De acordo com dados da Enapor, em 2022 o Porto da Praia movimentou 1.136 navios, menos dois do que no ano anterior, 164.359 passageiros (mais 36,7%) e 886.601 toneladas de cargas (0,7%).

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.