O melhor jogador de futebol do mundo da atualidade, quiçá de sempre, voltou a encomendar bebés pelo correio. Como disse o Luís Franco-Bastos, a fotografia fazia lembrar «Aquela felicidade quando finalmente chega a nossa encomenda da Amazon.». No meu caso, devo dizer que os gémeos chegaram mais depressa do que o meu telemóvel que veio da China e, felizmente, também não ficaram presos na alfândega, caso contrário o CR teria problemas com os impostos. Inserir piscar de olho maroto. Imaginem que a encomenda dos gémeos chegava e não estava ninguém em casa para os receber: lá tinham de deixar o aviso no correio e tinha de ir o CR ou a Dona Dolores a correr para os CTT, em sete dias úteis, levantar a encomenda para que os petizes não voltassem para a sua origem que, dizem, ser uma barriga de aluguer, ou seja, uma gravidez sem remetente. É este facto que dá jeito aos media que fazem disto uma notícia de relevo nacional e lá temos de gramar com os diretos da Maya - que sempre que há notícias do Cristiano insiste em fazer - enquanto repete, de cinco em cinco segundos, que é amicíssima da família Aveiro.

A única coisa que me choca nesta encomenda é o facto de serem gémeos. Porquê? Quem é que no seu perfeito juízo quer ter duas crianças a chorar e a bolçar ao mesmo tempo? Ninguém. Quando pais têm a notícia que são gémeos há sempre um pico de alegria seguido de um profundo sentimento de desespero e de um fazer contas de cabeça para ver se ainda dá para os pescar com um cabide. Se fosse outra pessoa era fácil perceber a razão, mas neste caso não acredito que tenha sido uma questão de aproveitar uma promoção de «pague um leve dois».

Vemos que a sociedade ainda é machista porque quando é uma mulher a recorrer a um banco de esperma não faltam exultações à sua independência e coragem em optar por ser mãe solteira, mas, quando é um homem a recorrer a uma barriga de aluguer, chovem comentários a insinuar que é por ter nojo de pipi. Enfim, invejas de quem só estaria com uma Irina se fosse a pagar e não estou a insinuar que ela é prostituta, não puxem já do homo ofendidus que involui dentro de vós. Pior do que insinuar a homossexualidade do Cristiano, como se chamar gay ainda ofendesse alguém a não ser os que usam isso como ofensa, é quando dizem que recorrer a barrigas de aluguer é indecente porque priva as crianças de ter uma mãe. Sinceramente, ao ver a família Aveiro, penso que as crianças estão bem entregues.

O Cristiano tinha tudo para se ter perdido e deslumbrado com os milhões e a fama que conseguiu em tenra idade e, no entanto, sempre continuou profissional, manteve os amigos de longa data e tem uma gestão de carreira como ninguém enquanto ajuda muita gente. Por isso, é muito provável que aquelas crianças estejam melhor ali do que com a mãe que os vendeu. Sim, porque ao contrário de um banco de esperma, há sempre uma mãe que os teve na barriga durante nove meses e que os vendeu. Não digo que não tenha sido um bom negócio porque certamente que foi. Se nos alhearmos das questões afetivas, devem ter sido os seis quilogramas de chicha mais bem vendidos de sempre. Um bife Kobe maturado ao pé destes meninos é uma pechincha.

Mesmo compreendendo e aceitando, há uma pergunta que paira no ar: porque é que o CR manda fazer bebés fora ao invés de inseminar, de forma natural, várias modelos numa orgia? Bem, confesso que não sei, mas posso especular porque falar sem saber é uma das minhas especialidades. Primeiro, acho que é porque dá menos trabalho. Felizmente, nunca passei pela experiência de aturar uma mulher grávida, mas acredito que seja complicado. A culpa não é delas, claro, é das hormonas! Tudo o que as mulheres fazem de errado é culpa das hormonas ou dos homens, todos sabemos isso. Depois, ele sabe bem que está longe de encontrar a mulher da vida dele. Quem está no patamar dele - e prestes a mudar drasticamente de vida quando pendurar as chuteiras - é normal que não fique para sempre com a outra que nem sei o nome, mas deixa-me ir aqui pesquisar no Google… Georgina, isso.

É normal que ele queira aproveitar a juventude que nunca teve devido ao seu profissionalismo e andar aí na vida boémia mesmo não bebendo álcool. Ele sabe que mais cedo ou mais tarde lhe pode apetecer dar uso ao Tomahawk por outras paragens e assim evita lutas em tribunais pela custódia dos putos e pagar pensões milionárias às ex-mulheres que se podem tornar numa espécie de ativos tóxicos do BES. Não é que ele seja mulherengo ou não esteja pronto para assentar, mas tem demasiada oferta! Se todos os homens tivessem a oferta que o Cristiano tem, o número de casamentos diminuiria em 99,9%. É triste, mas é a vida, os homens são mesmo assim, uns porcos, mas a culpa é das hormonas.

Desconfio que isto não vá ficar por aqui. Tenho quase a certeza que o Cristiano ainda vai encomendar mais filhos ao ponto de conseguir fazer uma equipa de futebol. Imaginem um onze todo com 50% de material genético do Cristiano. Era uma espécie de doping natural que iria criar uma hegemonia no futebol mundial durante, pelo menos, dez anos. Por isso, podemos esperar ainda muita tinta a correr com os filhos do Cristiano Ronaldo e muita indignação de pessoas que, tenho para mim, serem as mesmas que se opõem ao aborto e à adoção de casais homossexuais mostrando que, realmente, se preocupam com crianças, exceto com as morreram de fome, disenteria e malária enquanto eu escrevia, e vocês liam, este texto. Um santo domingo a todos.

Sugestões e dicas de vida:

Usem preservativo porque ninguém quer uma gravidez indesejada especialmente se forem trigémeos.

Estejam atentos ao material de guerra roubado em Tancos e se vos tentarem vender umas granadas na baixa lisboeta tenham cuidado porque, provavelmente, são só bombinhas de Carnaval.

Dia 6 começa o NOS Alive e podem ir-me visitar ao Palco Comédia às 18.50h onde, juntamente com o Ricardo Cardoso, irei fazer palhaçadas.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.