As “primeiras grandes confirmações” do cartaz da 2.ª edição do MEO Kalorama, marcada para os dias 31 de agosto, 01 e 02 de setembro, foram anunciadas hoje pela organização do festival, em comunicado.

Além de Arcade Fire, Florence + The Machine, Foals e Metronomy, estão também já confirmados no cartaz: a dupla francesa The Blaze, os australianos Amyl & The Sniffers e os portugueses Capitão Fausto, Dino D’Santiago e Rita Vian.

O Kalorama realizou-se pela primeira vez este ano, em 1, 2 e 3 de setembro, no Parque da Bela Vista, e teve como cabeças de cartaz os Arctic Monkeys, a dupla The Chemical Brothers e Nick Cave & The Bad Seeds. Segundo a organização, ao longo dos três dias, passaram pelo recinto do festival cerca de 112 mil pessoas, das quais mais de 30% estrangeiras.

O festival, organizado pela promotora espanhola Last Tour, tem na música, na sustentabilidade e na arte os seus “três eixos fundamentais”.

A venda geral de passes de três dias para o Kalorama em 2023, que custam 145 euros, começa no dia 29 de novembro.

No entanto haverá pré-vendas já esta semana.

A partir das 10:00 de quinta-feira, estarão à venda os primeiros passes, em exclusivos nas lojas da MEO, num pack que inclui uma edição artística com curadoria da plataforma cultural Underdogs.

A aquisição deste pack “é limitada a uma unidade por pessoa e reservada à vasta comunidade MEO Kalorama, que começou a criar-se na primeira edição do festival”. Para comprar o pack, é preciso “fazer prova de participação na edição de 2022, apresentando um item oficial como a pulseira, o bilhete, o copo ou a t-shirt do festival”.

A edição artística que integra este pack resultou de um ‘workshop’ de reutilização criativa, no qual a artista Raquel Beli “transmitiu as técnicas artesanais tradicionais que utiliza no seu trabalho aos membros da associação Chelas é o Sítio”.

As mil obras foram criadas a partir de “Templo do Som”, instalação do artista AkaCorleone, que ‘decorou’ o palco principal do primeiro Kalorama.

A segunda fase de pré-venda de passes, também com um custo de 125 euros, inicia-se na sexta-feira, em Seetickets.pt, e é exclusiva a quem comprou naquela plataforma bilhetes para a primeira edição do festival. Neste caso, a venda é limitada a dois passes por pessoa.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.