Numa mensagem escrita publicada no sítio oficial da Presidência da República na Internet, Marcelo Rebelo de Sousa "apela a todas as portuguesas e portugueses que se unam de forma decidida na eliminação de todas as formas de violência contra as mulheres".

Neste dia internacional instituído pelas Nações Unidas, o chefe de Estado associa-se à iniciativa desta organização para pôr fim à violência contra as mulheres e à campanha "Orange Day".

O Presidente da República realça que "o Palácio de Belém irá estar de novo iluminado de cor de laranja como forma de dar visibilidade a esta causa".

"Neste dia, iluminando edifícios por todo o mundo, e mais uma vez também o Palácio de Belém, recordamos um persistente problema de direitos humanos que não pode ser negligenciado, mas combatido, no mundo e em Portugal", acrescenta.

Marcelo Rebelo de Sousa enquadra a violência de género como "um problema global com consequências nas vidas de milhões de mulheres, não atingindo apenas as suas vítimas diretas", mas "as famílias, as comunidades, a sociedade enquanto um todo", e que constitui "um obstáculo na promoção da igualdade e do desenvolvimento sustentável".

"As Nações Unidas desafiam-nos a dar visibilidade a uma causa que deve mobilizar todos", afirma o chefe de Estado.

Em 2020 e 2021, neste dia internacional, o Palácio de Belém foi iluminado de cor laranja para dar visibilidade à causa do combate à violência contra as mulheres.

Em 2022, a Presidência da República decidiu que o Palácio de Belém não teria a habitual iluminação de Natal nem "outras simbólicas iluminações especiais", para poupança de energia.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.