O graduado de serviço dos BVM afirmou à Lusa que o acidente aconteceu às 06:12, no Caminho do Comboio, envolvendo uma viatura conduzida por um homem de 21 anos, que ficou encarcerado e gravemente ferido, acompanhado de quatro mulheres.

A Equipa Médica de Intervenção Rápida (EMIR) foi chamada ao local, tendo solicitado a “extração rápida” do condutor para ser conduzido para o hospital do Funchal devido à gravidade dos ferimentos.

“A rapariga que viajava atrás do condutor também ficou encarcerada”, disse, referindo que é a outra ferida grave deste acidente.

De acordo com a mesma fonte, o carro descia a referida artéria quando “embateu num muro de suporte da estrada, derrubando as pedras que o componham, que acabaram por destruir totalmente as telhas de um telhado de uma das residências no local”.

Explicou ainda que o veículo se “despistou logo de seguida, foi embater na lateral de uma carrinha que estava estacionada e na parede do lado contrário (...) acabando por ficar imobilizada no meio da estrada em sentido contrário (ascendente)”.

“O carro está completamente destruído”, vincou, complementando que todos os ocupantes foram transportados para o hospital dr. Nélio Mendonça.

Sobre os meios de socorro envolvidos, mencionou que foram utilizados um veículo de desencarceramento, duas ambulâncias da corporação dos Bombeiros Voluntários Madeirenses, outras duas da Cruz Vermelha e uma da Companhia de Sapadores da Madeira.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.