“O Indicador do Turismo prevê que terão sido registadas em toda a região cerca de 162 mil dormidas em alojamentos turísticos em junho”, anunciou hoje o SREA, numa publicação divulgada na sua página da internet, que inclui dormidas na hotelaria tradicional, no turismo em espaço rural e no alojamento local.

Segundo a mesma publicação, este será o valor mais elevado registado em 2021, com uma tendência crescente desde janeiro, em que se contabilizaram 30.679 dormidas.

Em fevereiro, o número rondou as 31 mil dormidas, tendo subido em março para cerca de 54 mil, em abril para 73 mil e em maio para 95 mil.

Comparando com os dados da atividade turística em junho de 2020, divulgados em agosto do ano passado pelo SREA, o número de dormidas no mesmo mês de 2021 sobe mais de 14 vezes, de 11.211 para 162.000.

No entanto, o número de dormidas estimadas para junho deste ano é pouco mais de metade das verificadas em junho de 2019, em que se registaram 321.184 dormidas.

“Na sequência das restrições impostas pela pandemia do novo coronavírus, desde meados de março de 2020, a atividade do setor do turismo sofreu uma forte quebra, situação que presentemente afeta o movimento turístico nos Açores”, salientou o SREA na publicação divulgada hoje.

Também o número de passageiros desembarcados terá um crescimento significativo, em junho de 2021, de acordo com o Indicador de Turismo do SREA.

Os passageiros desembarcados em voos internacionais passam de 557 em janeiro de 2021 para 4.247 em junho, mas o Indicador de Turismo de junho de 2020 apontava apenas para um passageiro desembarcado.

Quanto aos passageiros de voos provenientes de território nacional, em 2021, regista-se um aumento de 12.498 em janeiro para 48.885 em junho, tendo havido uma previsão do Indicador de Turismo para junho de 2020 de 5.216 passageiros.

Segundo o Serviço Regional de Estatística dos Açores, “o Indicador de Turismo tem por objetivo a estimação antecipada do andamento económico do setor do turismo”, por isso “o número total de dormidas em alojamentos turísticos nos Açores é estimado e divulgado cerca de três semanas antes da publicação do destaque das Estatísticas do Turismo”.

Os Açores têm atualmente 547 casos ativos de infeção pelo novo coronavírus, que provoca a doença covid-19, dos quais 353 em São Miguel, 166 na Terceira, 10 no Pico, cinco no Faial, quatro em São Jorge, quatro nas Flores, três na Graciosa e dois em Santa Maria.

Desde o início da pandemia foram diagnosticados na região 7.377 casos de infeção por SARS-CoV-2, tendo ocorrido 6.646 recuperações e 37 mortes. Saíram do arquipélago sem terem sido dadas como curadas 85 pessoas e 62 apresentaram comprovativo de cura anterior.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.