A operação Censos 2021 começou a 5 de abril, com a entrega das cartas que habilitam os cidadãos a responder pela Internet às perguntas do recenseamento, enquanto as respostas começaram a ser entregues no dia 19 de abril, terminando esta segunda-feira.

Além da Internet, os cidadãos podem usar o número de apoio 210542021 para responder, podem usar o e-balcão na sua junta de freguesia ou, em último caso, preencher os clássicos questionários em papel entregues pelos recenseadores, que vão seguir um “rigoroso protocolo de Saúde Pública” por causa da pandemia de covid-19.

O Recenseamentos da População e da Habitação – ou CENSO – é a maior operação estatística realizada em qualquer país.

Os inquéritos abordam temas como o emprego, a saúde, a educação ou a utilização das tecnologias de informação. Os dados censitários permitem a análise da estrutura social e económica do país, da sua evolução e tendências, bem como a comparação com outras sociedades e países.

O Instituto Nacional de Estatística (INE) é a entidade responsável pela sua preparação e realização e conta com a colaboração do Serviço Regional de Estatística dos Açores, da Direção Regional de Estatística da Madeira, das Câmaras Municipais e das Juntas de Freguesia.

Desde 1981 que os Censos em Portugal se realizam nos anos terminados em 1, de acordo com as obrigações europeias em vigor. Os últimos tiveram lugar em 2011.

Caso ainda não tenha respondido aos Censos e tenha dúvidas de como deve proceder, recorde aqui este guia com perguntas e respostas sobre o tema.

De recordar que todos os inquéritos efetuados pelo INE são de resposta obrigatória, de acordo com a Lei 22/2008 de 13 de maio (Lei do Sistema Estatístico Nacional) e o Decreto-Lei nº 54/2019 de 18 de abril, que estabelece as normas a que deve obedecer a realização dos Censos 2021. Assim, não responder dá direito a multa.

A partir de 31 de maio, os recenseadores irão fazer uma segunda ronda pelos alojamentos que ainda não tenham respondido para tentar recolher respostas por outro meio além da Internet.

No dia 27 de abril, o INE já tinha recebido mais de 2,4 milhões de respostas, 92% das quais através da Internet, e representando informação estatística sobre mais de cinco milhões de pessoas.

Ao todo, estão envolvidas na realização e tratamento dos dados do Censos 2021 cerca de 15.000 pessoas.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.