"Temos estado em contacto permanente com os autarcas de todo o país e hoje ao fim do dia terei uma reunião por videoconferência com todos os presidentes das comunidades intermunicipais precisamente daqui da região Norte para fazer ponto de situação, quais são as principais prioridades porque elas são múltiplas e exigem uma coordenação muito grande", disse o primeiro-ministro.

António Costa, que respondia aos jornalistas à margem de uma visita ao CEiiA - Centro para a Excelência e Inovação na Indústria Automóvel, em Matosinhos, referiu que "os autarcas têm tido papel excelente", mas admitiu que sente falta dos Governos Civis porque, disse, "muita falta fazem nesta situação de crise" por terem sido "uma autoridade política de proximidade que permitia coordenar transversalmente".

"Vamos reunir para ver o que podemos todos fazer melhor para responder às necessidades nos próximos dias. Em medidas extraordinárias estamos nós", respondeu António Costa quando questionado sobre o facto do Norte do país registar mais casos de infeção do que as restantes regiões do país, o que tem gerado exigências por parte de autarcas nortenhos.

No boletim divulgado hoje pela Direção-Geral da Saúde, lê-se que o Norte regista 2.443 casos confirmados com o novo coronavírus, num total de 33 mortes.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou cerca de 540 mil pessoas em todo o mundo, das quais morreram perto de 25 mil.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

Em Portugal, registaram-se 76 mortes, mais 16 do que na véspera (+26,7%), e 4.268 infeções confirmadas, segundo o balanço feito hoje pela Direção-Geral da Saúde, que identificou 724 novos casos em relação a quinta-feira (+20,4%).

Dos infetados, 354 estão internados, 71 dos quais em unidades de cuidados intensivos, e há 43 doentes que já recuperaram.

Portugal, onde os primeiros casos confirmados foram registados no dia 02 de março, encontra-se em estado de emergência desde as 00:00 de 19 de março e até às 23:59 de 02 de abril.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.