“Se uma criança não pode abrir uma embalagem de aspirina, devemos assegurar que também não pode puxar o gatilho de uma arma.” Barack Obama (05-01-2016)

“Adeus, David Bowie. Está agora entre os #Heroes. Obrigado por ajudares a derrubar o Muro [de Berlim em 1989].” Governo alemão (11-01-2016)

“A reputação da Europa foi afetada. Não aceito que alguns Estados-membros digam que não aceitam refugiados no seu país.” Jean-Claude Juncker (15-01-2016)

“Esta economia mata. Não é possível que não seja notícia a morte por hipotermia de um idoso obrigado a viver na rua, enquanto é notícia uma queda de dois pontos na bolsa de valores.” (Papa Francisco, 15-01-2016)

“Nós, iranianos, estendemos a mão ao mundo em sinal de paz.” Hassan Rohani, Presidente iraniano, após o acordo nuclear que permitiu o levantamento das sanções contra Teerão (17-01-2016)

“Isto deve ser claro: [o antissemitismo] não tem lugar na nossa sociedade.” Angela Merkel (23-01-2016)

 “Gostava muito e continuo a gostar das ideias comunistas e socialistas.” Vladimir Putin (25-01-2016)

“Podemos dizer as coisas claramente: deslizámos para um período de uma nova Guerra Fria.” Dmitri Medvedev (13-02-2016)

“Não vou falar do ‘plano B’, porque não temos um ‘plano B’. Temos um ‘plano A’: o Reino Unido vai permanecer na União Europeia como um membro construtivo e ativo.” Jean-Claude Juncker (16-02-2016)

“Continuo a pensar que Donald Trump não será presidente e a razão é que tenho muita fé nos norte-americanos.” Barack Obama (16-02-2016)

“A cooperação e a solidariedade europeias fracassaram completamente.” Filippo Grandi, Alto-Comissário das Nações Unidas para os Refugiados (19-02-2016)

“Vou fazer campanha para [o Reino Unido] sair da União Europeia.” Boris Johnson (21-02-2016)

“Querem tirar-me daqui (...), mas daqui ninguém me tira.” Nicolás Maduro (03-03-2016)

“Há que pôr um ponto final a esta fantochada, ao enredo e à comédia.” Mariano Rajoy, sobre o impasse na formação de um novo executivo em Espanha (05-03-2016)

“Eu tomei a decisão de deixar a vida política ativa em 2018.” José Eduardo dos Santos (11-03-2016)

"Não podemos ter um excesso de ilusões com o que representa este acordo." António Costa, sobre o acordo migratório UE/Turquia (18-03-2016)

“Esta visita [a Cuba] é histórica e é uma oportunidade histórica para estabelecermos ligações diretamente com o povo cubano e para conseguir novos acordos e negócios.” Barack Obama (21-03-2016)

“Receávamos um atentado e ele aconteceu.” Charles Michel, primeiro-ministro belga, sobre os atentados em Bruxelas (22-03-2016)

“O que está em curso é um golpe contra a democracia. Jamais renunciarei.” Dilma Rousseff  (22-03-2016)

“Sabemos que há alguns anos era difícil ouvir a nossa música em Cuba, mas aqui estamos nós. (…) Os tempos estão a mudar verdadeiramente.” Mick Jagger (26-03-2016)

“Não precisamos que o império nos dê nenhum presente.” Fidel Castro (28-03-2016)

“O terrorismo é (…) apoiado diretamente pela Turquia, pela família real da Arábia Saudita e por alguns dos Estados ocidentais, sobretudo a França e o Reino Unido.” (30-03-2016)

“Enfrentei a ditadura, agora enfrento um golpe de Estado.” Dilma Roussef (19-04-2016)

“Em breve vou estar com 90 anos de idade. A todos chega a nossa hora. Talvez esta seja uma das últimas vezes que falo nesta sala.” Fidel Castro (19-04-2016)

“Merkel está do lado correto da história. Confio nela.” Barack Obama (24-04-2016)

“Os nossos militares realizaram este ano com êxito o primeiro ensaio de uma bomba de hidrogénio […], um acontecimento histórico nos 5000 anos de história do nosso povo.” Kim Jong-un (07-05-2016)

“É preciso resgatar a credibilidade do Brasil.” Michel Temer (12-05-2016)

“Agora que estes elementos antimísseis [norte-americanos] foram instalados [na Europa], vamos ser forçados a considerar pôr fim às ameaças à segurança da Rússia.” Vladimir Putin (13-05-2016)

“As suas almas falam-nos, pedem-nos para olharmos para o fundo de nós mesmos.” Barack Obama, ao homenagear as vítimas da bomba atómica lançada pelos EUA em 1945, na primeira visita de um Presidente norte-americano em exercício a Hirosihma (27-05-2016)

“O dia 23 de junho [referendo sobre a permanência do Reino Unido na UE, ‘Brexit’] será o dia da independência.” Nigel Farage, líder do Partido da Independência do Reino Unido (UKIP) (24-06-2016)

“Os britânicos tomaram uma decisão clara […] e penso que o país precisa de um novo líder para tomar essa direção.” David Cameron, ao demitir-se da chefia do Governo (24-06-2016)

“A vitória da liberdade! Como eu pedi há anos, deve-se fazer o mesmo referendo em França e nos países da União Europeia.” Marine Le Pen (24-06-2016)

 “Ganhámos as eleições, reclamamos o direito de governar.” Mariano Rajoy (26-06-2016)

“Quando cheguei aqui, há 17 anos, e disse que queria liderar uma campanha para tirar o Reino Unido da União Europeia, vocês todos riram-se de mim. (…) Não se estão a rir agora, pois não?” Nigel Farage, no Parlamento Europeu (28-06-2016)

“É a última vez que aplaudem aqui. (…) O povo britânico votou a favor da saída. Porque estão aqui?” Jean-Claude Juncker, dirigindo-se aos eurodeputados britânicos (28-06-2016)

“Vamos sair, mas não virar as costas à Europa. Lamento o resultado, mas não lamento tê-lo convocado.” David Cameron (28-06-2016)

“[Saddam Hussein] era um tipo mau – era mesmo um tipo mau. Mas sabem o que fazia bem? Matava terroristas. Fazia isso tão bem.” Donald Trump (06-07-2016)

"Um ato monstruoso de usar um camião para deliberadamente matar dezenas de pessoas que estavam apenas a celebrar o 14 de Julho." François Hollande, sobre o atentado em Nice, que provocou mais de 80 mortos (14-07-2016)

“Hoje, começa o fim do sofrimento, da dor, da tragédia da guerra.” Juan Manuel Santos, Presidente colombiano, sobre o acordo de paz com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC) (24-08-2016)

“Ganhamos a mais bela de todas as batalhas, a da paz da Colômbia.” Luciano Marín Arango, ‘numero dois’ das FARC (24-08-2016)

“Denunciar o ‘burquini’ não é de modo nenhum questionar uma liberdade individual. É denunciar um islamismo retrógrado.” Manuel Valls, primeiro-ministro francês, Facebook (26-08-2016)

“Hoje, nós inauguramos uma nova era de dois anos e quatro meses.” Michel Temer (31-08-2016)

“Filho da p…, vou insultá-lo nesse fórum.” Rodrigo Duterte, Presidente filipino, dirigindo-se a Barack Obama (05-09-2016)

“Ao assumir o emprego, o sr. [Durão] Barroso será recebido na Comissão não como um antigo presidente mas como um representante [do banco Goldman Sachs] e será submetido às mesmas regras de outros representantes.” Jean-Claude Juncker, Expresso/Financial Times (11-09-2016)

“Vemos com simpatia aqueles que afirmam publicamente que é necessário construir uma relação com a Rússia na base da igualdade.” Vladimir Putin, referindo-se a Donald Trump (17-09-2016)

“A paz está em risco no mundo inteiro.” Hassan Rohani, Presidente do Irão (17-09-2016)

“Os que entram ilegalmente [na Europa] deviam ser reunidos e levados, não para outros países [da UE], mas para fora da União.” Viktor Orban, primeiro-ministro da Hungria (22-09-2016)

“Não fui para nenhum cartel da droga, estou a trabalhar numa entidade legal.” Durão Barroso, justificando o cargo no banco Goldman Sachs (23-09-2016)

“Hitler massacrou três milhões de judeus. Agora, há aqui três milhões de viciados. Gostaria de matá-los a todos.” Rodrigo Duterte (30-09-2016)

“Para descrever aquilo que sinto neste momento, bastarão duas palavras: humildade e gratidão.” António Guterres, ao ser escolhido para secretário-geral da ONU (06-10-2016)

“Este é um grande estímulo para chegar ao fim, para a construção da paz na Colômbia.” Juan Manuel Santos, distinguido com o Nobel da Paz (07-10-2016)

“É de facto muito bom que alguém com o temperamento de Donald Trump não seja responsável pela lei no nosso país.” Hillary Clinton (10-10-2016)

“Parabéns a um dos meus poetas preferidos, Bob Dylan, pelo Nobel [da Literatura] absolutamente merecido.” Barack Obama (13-10-2016)

“Farei o meu melhor nestes dois meses e meio para me preparar, conhecer os problemas e as divisões, para poder atuar como um mediador honesto.” António Guterres (13-10-2016)

“É mal-educado e arrogante, é o que é.” Pär Per Wästberg, da Academia Sueca, sobre o silêncio de Bob Dylan (21-10-2016)

“Agradeço ao Governo português e aos portugueses o acolhimento extraordinário que têm dado aos refugiados.” Christos Stylianides, comissário europeu responsável pela ajuda humanitária (26-10-2016)

“Incrível. É difícil de acreditar. Quem sonharia com algo assim?” Bob Dylan, sobre o prémio Nobel da Literatura, Daily Telegraph (28-10-2016)

Bob Dylan
US legend Bob Dylan performs on stage during the 21st edition of the Vieilles Charrues music festival on July 22, 2012 in Carhaix-Plouguer, western France. AFP PHOTO / FRED TANNEAU / AFP PHOTO / FRED TANNEAU

“Serei Presidente de todos os americanos e isto é muito importante para mim.” Donald Trump, Presidente eleito dos EUA (09-11-2016)

“Isto é doloroso e vai ser durante muito tempo.” Hillary Clinton, candidata derrotada às presidenciais norte-americanas (09-11-2016)

“Hoje, os Estados Unidos, amanhã, a França. Bravo América!” Jean-Marie Le Pen, ex-presidente da Frente Nacional (09-11-2016)

“[É] impossível não olhar já para as eleições de 2017 em França e na Alemanha como próximas etapas prováveis desta corrida para o abismo.” Jorge Sampaio, antigo Presidente da República, sobre as presidenciais nos EUA, Público (14-11-2016)

“Se tenho preocupações com a presidência de Trump? Absolutamente. Claro que tenho.” Barack Obama (14-11-2016)

“Que [António Guterres] seja objetivo em todas as declarações que faça sobre qualquer conflito mundial, incluindo a Síria, […] e que não transforme o seu gabinete numa sucursal do Departamento de Estado dos Estados Unidos.” Bashar al-Assad, RTP (15-11-2016)

“O real inimigo que todos nós estamos a enfrentar não está apenas no Iraque, Síria ou Líbia. Na verdade, está a tentar atacar todo o mundo e é o terrorismo.” Abdel Fattah al-Sisi, Presidente do Egito (19-11-2016)

“É tempo de criar mais paixão privada e menos paixão política.” Nicolas Sarkosy, ex-Presidente francês, após a derrota na primeira volta das primárias da direita (20-11-2016)

Sarkozy meets French President Hollande at Elysee
epa04550650 Former French President and current Union for a Popular Movement (UMP) opposition party leader Nicolas Sarkozy speaks to the media as he leaves the Elysee Palace after meeting with French President Francois Hollande, in Paris, France, 08 January 2015. Hollande and Sarkozy met to show 'political unity' in light of the attack that left 12 dead at the 'Charlie Hebdo' French magazine headquarters in Paris on 07 January. EPA/IAN LANGSDON

“É com profunda dor que informo o nosso povo e os amigos das Américas e do mundo que o comandante em chefe da Revolução cubana morreu às 22:29 esta noite.” Raul Castro, Presidente cubano, ao anunciar a morte do irmão Fidel Castro (26-11-2016)

“O camarada Castro viverá eternamente.” Xi Jinping, Presidente chinês (26-11-2016)

“Fidel Castro foi um brutal ditador (…) e deixa um legado de fuzilamentos, roubo, sofrimento inimaginável, pobreza e negação de direitos humanos fundamentais.” Donald Trump (26-11-2016)

“Decidi que não serei candidato [a um novo mandato].” François Hollande (01-12-2016)

“Angola está refém das suas decisões e dos seus caprichos e felizmente foi ele próprio a decidir que basta.” Luaty Beirão, ativista luso-angolano, sobre a decisão de José Eduardo dos Santos de não se recandidatar à presidência de Angola (02-12-2016)

“A minha experiência como chefe do governo termina aqui.” Matteo Renzi, primeiro-ministro italiano, ao ser derrotado no referendo à reforma constitucional (04-12-2016)

“Todas as crianças de Alepo estão a sofrer. Todas estão traumatizadas. Nunca na minha vida vi uma situação tão dramática [como] o que está a acontecer às crianças de Alepo." Radoslaw Rzehak, director da Unicef em Alepo (11-12-2016)

Veja também De António Costa a Marcelo - estas são as frases do ano

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.