O construtor de automóveis Audi, do grupo Volkswagen, vai pagar uma multa 800 milhões de euros na Alemanha pela alteração indevida dos motores a 'diesel', anunciou o grupo empresarial.

“A Audi aceita a multa imposta pelo tribunal de Munique”, refere o grupo Volkswagen acrescentando que o pagamento vai ter um impacto negativo nos resultados da empresa no final do ano.

A medida parece ir de encontro ao imposto ao grupo Volkswagen. A 13 de junho, o grupo  aceitou pagar uma multa de mil milhões de euros às autoridades da Alemanha, devido à fraude com as emissões de gases nos carros a diesel.

As entidades judiciais concluíram que a Volkswagen falhou no controlo adequado da atividade do seu departamento de desenvolvimento de veículos, o que resultou na produção de 10,7 milhões de carros a diesel com um 'software' de controlo de emissões ilegal, entre 2007 e 2015, depois vendidos em todo o mundo.

Trata-se de carros com o motor diesel EA 288 de terceira geração, nos Estados Unidos e Canadá, e com o motor EA 189 em outros países, equipados com uma função de 'software' ilegal.

O escândalo, que foi revelado em 2015, nos Estados Unidos, já teve elevados custos para o fabricante automóvel em multas definidas pelas autoridades norte-americanas.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.