A decisão do chanceler austríaco Sebastian Kurz de expulsar imãs e fechar sete mesquitas prende-se com a controversa reconstituição, por crianças vestidas como soldados, de uma batalha emblemática da história otomana, numa das principais mesquitas de Viena, próxima da comunidade turca, afirmou.

Desde a sua tomada de posse, a 18 de dezembro de 2017, Kurz já assumiu algumas posições críticas, nomeadamente no que respeita às relações com a Turquia.

Poucas pessoas imaginavam vê-lo sobreviver quando entrou no governo com apenas 24 anos. O "Wunderwuzzi" (miúdo prodígio) da política austríaca, hoje com 31 anos, prometeu que o seu programa e equipa iriam oferecer "uma mudança radical".

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.