"A imagem que temos é que às 00h37 GMT, a aeronave, que estava a cerca de 10-15 milhas no espaço aéreo egípcio, fez uma curva de 90 graus à esquerda e outra de 360 graus para a direita, caindo de 37.000 a 15.000 pés onde a imagem foi perdida, cerca de 10.000 pés acima do nível do mar", disse Kammenos numa conferência de imprensa, acrescentando que falou com o seu homólogo egípcio.

O piloto da aeronave da companhia EgyptAir não sinalizou "qualquer problema" durante o seu último contato com os controladores de tráfego aéreo gregos, indica um comunicado da Aviação Civil grega (YPA).

"Os controladores de tráfego aéreo comunicaram com o piloto quando a aeronave estava sobre a ilha de Kea (sudeste de Attica) a 37.000 pés. O piloto não relatou qualquer problema", afirmou à televisão grega Antenna o chefe da YPA, Constantine Litzerakos.

"O piloto estava de bom humor e agradeceu em grego", informa o comunicado. De acordo com Litzerakos, o último contacto ocorreu "por volta das 00H05 GMT", mas, em seguida, o piloto parou de responder às chamadas dos controladores de tráfego aéreo gregos, que continuaram "até 00H29 GMT, quando o avião desapareceu dos radares", na altura que deixava a zona de controlo aéreo grega.

"Às 00H27 GMT, o centro de controlo de Atenas tentou entrar em contacto com o avião (...), mas apesar dos repetidos apelos, a aeronave não respondeu", indica o comunicado da YPA.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.