“O Governo brasileiro recebeu com grande satisfação a notícia de que o governo colombiano e as FARC-EP chegaram em Havana a um novo acordo de paz, que incorpora ajustes, esclarecimentos e sugestões apresentadas ao longo das últimas semanas”, destacou o Palácio do Planalto.

No comunicado declara-se que o Brasil tem “esperança de que o novo texto obtenha o necessário apoio da cidadania colombiana e que o mesmo espírito de boa-vontade e de reconciliação nacional prevaleça durante a implementação do acordo de paz”.

O Governo colombiano e as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia anunciaram a conclusão de um tratado de paz para salvar o acordo histórico rejeitado pelos colombianos num referendo realizado no mês passado.

“Concluímos um novo acordo de paz para pôr fim ao conflito armado, que contém mudanças, precisões e contribuições de vários setores da sociedade” colombiana, anunciaram no sábado as duas partes, num comunicado comum divulgado na capital cubana.

“Em resposta ao clamor dos colombianos para concretizar o desejo de paz e reconciliação, alcançamos um novo acordo final”, indica o comunicado das duas partes, lido pelos representantes dos países mediadores do processo, Cuba e Noruega.

O novo documento foi assinado pelos líderes das delegações de negociadores do governo colombiano, Humberto de la Calle, e das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC), “Iván Márquez” (como é conhecido Luciano Arango).

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.