"A procura que temos tido de fundos comunitários e das linhas de crédito que abrimos para apoio à atividade industrial têm demonstrado que há confiança nos investidores e que há espaço para o investimento num conjunto diversificado de setores", afirmou o ministro, em declarações aos jornalistas, após ter inaugurado um hotel em Ponte da Barca, num investimento de cerca de dois milhões de euros.

Segundo o ministro, "no primeiro trimestre deste ano, houve um crescimento de 7,7% do investimento das empresas não financeiras, que representou um aumento, face ao ano passado, em que esse investimento estava a crescer 1,1%".

"Este crescimento do investimento, com forte procura de fundos comunitários e com a aceleração que fizemos da colocação de fundos comunitários nas empresas, poderá dar esse estímulo adicional ao crescimento", afirmou.

"Felizmente estamos a ter um crescimento do investimento muito grande na indústria, em particular até do investimento estrangeiro, na indústria transformadora", reforçou.

Questionado sobre a intenção do Governo de baixar o imposto sobre a gasolina e aumentar o imposto sobre o gasóleo, Manuel Caldeira Cabral escusou-se a comentar a "política fiscal que está, neste momento, em discussão na Assembleia da República".

Sobre as exportações portuguesas referiu que, "em agosto, tiveram um crescimento muito positivo", manifestando-se confiante que, "até ao final do ano, terão um crescimento mais sólido e sustentado".

Caldeira Cabral destacou o setor do turismo como "muito importante" para o crescimento da economia portuguesa, sublinhando que em Ponte da Barca, concelho do interior do país, o setor registou um aumento de 20% de turistas, mais de 40% dos quais estrangeiros.

"Demonstra bem a aposta que já estamos a fazer de desconcentração, de alargar o espaço em que se movem os turistas em Portugal".

O ministro referiu ainda que, só este ano, no município de Ponte da Barca "abriram 58 unidades de pequena dimensão e que, está prestes abrir, um hotel de maior dimensão com 4 estrelas".

"A região Norte foi uma das regiões onde mais cresceu o turismo. Cresceu 15% este ano, com um crescimento muito superior até dos proveitos. Os proveitos da hotelaria cresceram 28% o que mostra que não só está a crescer em número mas está a crescer também, em qualidade. A nossa aposta é que continue a crescer", disse.

Em Ponte da Barca o ministro da Economia presidiu ainda às cerimónias comemorativas do Dia do Município de Ponte da Barca, que inclui a inauguração de uma galeria dos Presidentes de Câmara eleitos após o 25 de Abril de 1974 e de um monumento de homenagem ao navegador português Fernão de Magalhães, que a autarquia diz ser natural daquele concelho.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.