“A senhora ministra não se comprometeu com uma data, mas percebi que tem soluções e que está a trabalhar nelas. Esperamos que esta vontade que eu vi hoje se traduza na reabertura, o mais rapidamente possível, da urgência pediátrica”, afirmou aos jornalistas o autarca comunista.

Joaquim Santos presidiu uma delegação da Câmara Municipal do Seixal, no distrito de Setúbal, que se reuniu esta tarde no Ministério da Saúde, em Lisboa, com a ministra Marta Temido para abordar, entre outros temas, os constrangimentos do encerramento noturno das urgências pediátricas do hospital Garcia de Orta.

Devido à falta de especialistas, a urgência pediátrica daquela unidade hospitalar, localizada em Almada, começou por fechar todos os fins de semana em outubro, entre o final de sexta-feira e a manhã de segunda-feira.

Desde segunda-feira que este serviço passou a estar encerrado todas as noites, entre 20:00 e as 08:00.

Para dar resposta ao encerramento da urgência pediátrica do Hospital Garcia de Orta, foi alargado o horário das unidades de saúde da Amora, no Seixal, e da Rainha Dona Leonor, em Almada, que passaram a funcionar das 08:00 às 00:00, nos dias de semana, e das 10:00 às 22:00, no fim de semana.

“A ministra disse que está insatisfeita com a situação e que está a tentar resolvê-la no mais curto espaço de tempo. Estamos a aproximar-nos do inverno e virão situações muito complicadas e os utentes servidos pelo Garcia de Orta não poderão ficar sem resposta”, defendeu.

Joaquim Santos assegurou que a autarquia vai “continuar a monitorizar os efeitos deste encerramento com as entidades de proteção civil, de saúde e do Governo.

“Fiquei mais confortado porque não existe uma despreocupação. Dentro de três semanas ou um mês estaremos aqui novamente, sentados à mesa, para fazer um ponto de situação”, concluiu.

O Hospital Garcia de Orta serve atualmente cerca de 350 mil habitantes dos concelhos de Almada e Seixal, sendo que em algumas valências, como as áreas de especialidade de Neonatologia e Neurocirurgia, alarga a sua influência a outros municípios da Península de Setúbal.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.