“Em conexão com uma ameaça terrorista, o concerto dos Allah-Las não se realiza hoje à noite, por ordem da polícia”, anunciou a empresa que gere a sala Maassilo na rede social Twitter.

O concerto do grupo californiano estava marcado para as 20:30 (19:30 em Lisboa) na cidade portuária de Roterdão (oeste) e as portas da sala, com capacidade para 1.000 pessoas, tinham abertura marcada para as 19:30 (18:30 em Lisboa).

A empresa responsável pelo concerto informou no Twitter que o dinheiro dos bilhetes será devolvido.

O edifício foi evacuado, o público que já chegara ao local foi mandado embora e a unidade antiterrorista do Serviço de Intervenções Especiais tomou posição no local.

A polícia de Roterdão intercetou uma carrinha de matrícula espanhola, com várias botijas de gás, perto do local onde um concerto rock previsto para hoje foi cancelado devido a uma “ameaça terrorista”, anunciou o presidente da câmara.

O condutor da carrinha foi detido e interrogado pela polícia, precisou o presidente da Câmara de Roterdão, Ahmed Aboutaleb, numa conferência de imprensa na cidade portuária do oeste da Holanda.

“Não podemos afirmar neste momento se a carrinha com as botijas de gás está relacionada com a ameaça”, disse o presidente da câmara.

A informação que levou ao cancelamento do concerto foi transmitida às autoridades holandesas pela polícia espanhola, precisou.

O grupo de quatro elementos, originário de Los Angeles, não respondeu até ao momento aos pedidos de comentário ao cancelamento do espetáculo.

Numa entrevista, no ano passado, ao jornal britânico The Guardian, os membros da banda explicaram a escolha do nome – Allah, deus em árabe – com ter-lhes agradado o “som sagrado” e referiram que não tiveram noção de que podia ofender muçulmanos.

O vocalista, Miles Michaud, disse ao jornal que a banda recebeu emails de muçulmanos de todo o mundo que se diziam ofendidos. Michaud acrescentou que responderam a essas mensagens, explicando que a intenção não era essa, e que “a maioria compreendeu”.

Espanha foi alvo na semana passada de dois ataques terroristas, em Barcelona e em Carrils, que fizeram 15 mortos e mais de uma centena de feridos.

A banda da Califórnia esteve em Portugal em julho, para um concerto no Musicbox, em Lisboa. Recorde aqui a entrevista ao SAPO24.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.