Maguire, companheiro dos portugueses Bruno Fernandes e Diogo Dalot na formação inglesa, e outras duas pessoas também acusadas, não são, segundo a mesma fonte, obrigadas a marcar presença no julgamento, depois de terem sido ouvidos hoje em tribunal.

O defesa central nega todas as acusações, nomeadamente a de “agressão” a um polícia, que levou à sua detenção na quinta-feira na ilha grega de Míconos, na sequência de desacatos provocados por um grupo de turistas ingleses num bar.

Segundo a imprensa local, a polícia foi chamada a intervir para pôr fim a um altercado, mas três pessoas do grupo no qual se incluía o defesa internacional inglês agrediram os agentes da autoridade.

O grupo foi levado para a esquadra, onde continuou a agredir verbal e fisicamente os agentes, tendo a polícia efetuado detenções formais.

Entretanto, o Manchester United reagiu ao incidente, garantindo já ter contactado o jogador e que este “está a cooperar totalmente” com as autoridades gregas.

[Notícia atualizada às 14h26]

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.