O carro da Uber estava em modo autónomo, mas tinha um condutor ao volante como prevenção, quando atropelou mortalmente uma mulher que estava a atravessar a estrada fora da passadeira, conta o The New York Times, que cita as autoridades de Tempe.

O episódio ocorreu durante a noite, embora as autoridades não tenham especificado se o incidente aconteceu durante a noite de domingo ou na madrugada desta segunda-feira. Este é o primeiro atropelamento mortal conhecido em vias públicas por um carro com estas características.

No Twitter a empresa escreveu: "Os nossos corações estão com a família da vítima. Nós estamos a cooperar totalmente com as autoridades locais na investigação deste incidente".

Dara Khosrowshahi, CEO da empresa, recorreu à mesma rede social para lamentar "a triste notícia que chegou do Arizona". "Os nossos pensamentos estão com a família da vítima à medida que trabalhamos com as autoridades locais para perceber o que aconteceu", escreveu Khosrowshahi.

Anteriormente, tinha sido anunciado que estes veículos seriam testados no modo autónomo em Tempe, Pittsburgh, São Francisco e Toronto.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.