Após criticar “as ações levadas a cabo em muitas localidades”, o FC Barcelona assumiu que pediu à liga espanhola para adiar o encontro, devido aos incidentes que se verificaram durante o referendo pela independência da Catalunha.

“Perante a excecionalidade destes factos, a direção do FC Barcelona decidiu que o jogo da primeira equipa contra o Las Palmas será jogado à porta fechada, depois da recusa da Liga de Futebol Profissional de adiar o jogo”, lê-se num comunicado do clube.

Os catalães apoiantes da independência da região estão hoje a tentar votar num referendo suspenso no início do mês pelo Tribunal Constitucional espanhol e as autoridades de Madrid a tentarem impedir a realização da consulta popular com milhares de agentes da Polícia Nacional e Guardia Civil na rua.

Já se verificaram alguns confrontos, com o governo regional catalão a atualizar para 337 o número de pessoas assistidas em serviços de saúde, na sequência de distúrbios relacionados com a realização do referendo pela independência na Catalunha.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.