Puidgemont e quatro dos seus antigos conselheiros (cargo equivalente a ministro) estão a ser processados judicialmente em

Espanha por crimes de sedição, rebelião, mau uso de fundos públicos, desobediência e prevaricação, tendo sido emitidas e entretanto anuladas ordens europeias de detenção e entrega.

Com a anulação dos pedidos de extradição, fica encerrado o caso na Bélgica.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.