Os homens foram detidos ontem, depois de a polícia receber uma pista sobre um possível ataque a um centro de migrantes em Nynashamn, 60km ao sul de Estocolmo, segundo as autoridades. Todos os suspeitos tinham documentos de identificação estrangeiros, segundo a polícia, citada pelo jornal "Aftonbladet". Alguns eram de nacionalidade polaca e trabalhavam na Suécia, segundo a mesma fonte. "Acreditamos que o centro de migrantes era o alvo do ataque", declarou à AFP o porta-voz da polícia, Hesam Akbari.

No mês passado, dezenas de homens encapuzados, supostamente ligados a grupos neonazis, concentraram-se no centro de Estocolmo e distribuíram folhetos em que pediam que se atacassem jovens migrantes. Em 2015, 163 mil refugiados entraram com um pedido de asilo na Suécia, país de 9,8 milhões de habitantes. 

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.