Neste seu regresso físico a Bruxelas, os chefes de diplomacia da UE têm uma agenda preenchida, que contempla temas tão diversos como o impacto da pandemia na América Latina, a situação na Líbia, em Hong Kong e na Venezuela, e ainda as relações UE-Índia, as relações UE-África, o Processo de Paz do Médio Oriente e as negociações para o acordo pós-Cotonou, além de um debate sobre a Turquia.

Aproveitando este regresso a Bruxelas, o ministro Augusto Santos Silva tem ainda previsto um encontro com o comissário europeu do Comércio, Phil Hogan.

A ‘rentrée’ de Conselhos da UE presenciais na capital belga ocorre na semana em que também os chefes de Estado e de Governo dos 27 voltam finalmente a reunir-se fisicamente, num Conselho Europeu agendado para sexta-feira e sábado, no qual vão tentar chegar a um compromisso sobre o Fundo de Recuperação e o próximo orçamento plurianual da União para ultrapassar a profunda crise provocada pela pandemia de covid-19.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.