De acordo com o boletim epidemiológico diário, a Bélgica registou uma subida de 49% entre e média semanal de casos divulgada hoje (530,9) e a da quinta-feira passada (355,4), o que totaliza as 71.158 infeções pelo novo coronavírus SARS-Cov-2 desde o início da pandemia.

No último período de sete dias, o número de mortes subiu 31%, para as 9.859, tendo sido registada uma média semanal de 3,0 óbitos entre 27 de julho e 02 de agosto (para os últimos três dias não há ainda dados consolidados), face à de 2,3 mortes na semana anterior.

As idas ao hospital na Bélgica, por seu lado, recuaram 7%, de uma média de 25 para uma de 23,3, totalizando os 18.359.

Entre 27 de julho e 05 de agosto, no entanto, subiram 11% (de 263 para 293) os doentes internados e 30% (de 47 para 61) os que requerem cuidados intensivos.

A curva de novos casos, que atingiu o pico em abril, recomeçou a subir em meados de julho depois de um mês e meio praticamente estável.

A taxa de reprodução do covid-19 estima-se em 1,019.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 701 mil mortos e infetou mais de 18,5 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 1.740 pessoas das 51.848 confirmadas como infetadas, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.