Em comunicado, a Câmara acrescenta que o centro de rastreio funcionará novamente no formato “drive-thru”, que permite a realização do exame sem que as pessoas tenham de sair das suas viaturas.

Os testes serão realizados de forma gratuita aos cidadãos que tenham prescrição médica passada pelo Serviço Nacional de Saúde (SNS).

Quem não possuir a prescrição, pode requerer o exame assumindo os custos inerentes à sua realização.

“Em qualquer das situações, os cidadãos deverão fazer a sua marcação obrigatória através do contacto 220 125 001”, sublinha o comunicado.

Para já, o centro de rastreio móvel funcionará entre as 14:00 e as 18:00, de segunda a sexta-feira, com capacidade para a realização de 40 testes diários.

O eventual alargamento do horário e da capacidade de testagem estará dependente da evolução da situação epidemiológica que se verificar no concelho e na região.

O equipamento vai ocupar o parque de estacionamento do Parque da Devesa, situado junto ao Centro Tecnológico das Indústrias Têxtil e do Vestuário de Portugal (CITEVE), mas não implicará alterações ao trânsito nas imediações nem condicionará a utilização daquele espaço natural por parte dos cidadãos.

A pandemia de covid-19 já provocou pelo menos 924.968 mortos e mais de 29 milhões de casos de infeção em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 1.871 pessoas dos 64.596 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.