A informação foi dada à Agência Lusa por Domingos Santos, presidente da direção do Centro Social, um dos elementos que também testou positivo ao novo coronavírus e explicou que habitualmente frequentam as instalações do centro social cerca de 300 pessoas, distribuídas pelo centro de dia, creche, jardim pré-escolar e centro de estudos.

"Além de mim, há mais 12 casos, sendo 11 funcionários e uma criança. Assim que detetámos a primeira situação, na quinta-feira, suspendemos toda atividade e seguimos as indiciações das autoridades de saúde", disse.

As atividades vão ficar interrompidas até 30 de setembro, acrescentou.

"Nestas situações não vale a pena esconder nem protelar a situação. É preciso agir o mais cedo possível. Por isso, ativamos os planos que tínhamos preparados. Fechamos as instalações e mandámos toda a gente para casa. Já fizemos a desinfeção dos espaços e seguimos os procedimentos recomendados pela Direção Geral de Saúde", vincou Domingos Santos.

Sem aparente relação com esta situação no Centro Social Bonitos de Amorim, foram detetados outros três casos de covid-19 entre alunos de uma academia de dança da cidade, disse à Lusa fonte da instituição.

Um dos casos é um estudante de um estabelecimento de ensino privado da cidade, que de imediato colocou toda turma, e a respetiva professora, em isolamento profilático, acrescentou a docente.

O concelho de Póvoa de Varzim registou, na última semana, 68 novos infetados com covid-19.

Segundo os dados mais recentes da Direção-Geral de Saúde, desde o início da pandemia registarem-se, neste município nortenho, 537, casos do novo coronavírus.

A pandemia de covid-19 já provocou pelo menos 961.531 mortos e mais de 31,1 milhões de casos de infeção em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 1.920 pessoas dos 69.200 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Depois de a Europa ter sucedido à China como centro da pandemia em fevereiro, o continente americano é agora o que tem mais casos confirmados e mais mortes.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.