Sérgio Pereira, presidente da instituição de solidariedade social Ober, indicou que a situação determinou que 33 crianças e 10 funcionários da creche, situada na localidade de Gove, fossem mandados para a casa.

Segundo o dirigente, "mais ninguém apresenta sintomas da doença, mas vão todos realizar testes nos próximos dias". A escola, acrescentou, só deverá reabrir em setembro.

Sérgio Pereira lamenta a situação e refere "que todas as medidas estavam a ser tomadas para segurança das crianças e colaboradores".

Anotou ainda que, após a deteção do caso de covid-19 na colaboradora, foram realizados os procedimentos recomendados pela Direção-Geral da Saúde.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.