Em comunicado, o Comando Territorial de Lisboa, através do Subdestacamento Territorial de Alcabideche adianta que, na sequência de uma denúncia de ruído, os militares da Guarda deslocaram-se ao local e constataram uma festa de cariz ilegal que decorria numa zona florestal, com mais de 100 pessoas, cuja divulgação foi realizada através das redes sociais.

"Por esse motivo, foi de imediato desencadeada uma operação policial para identificar as pessoas que participavam na festa ilegal e para terminar com a mesma", lê-se na nota, que acrescenta que no decorrer das diligências policiais, 97 pessoas foram identificados por se encontrarem em incumprimento do dever geral de recolhimento domiciliário.

"No seguimento da ação foram ainda elaborados dois autos de contraordenação no âmbito do regulamento geral do ruído e três por consumo de estupefacientes, tendo sido remetidos à Comissão para a Dissuasão da Toxicodependência", acrescenta o comunicado.

A GNR apreendeu ainda 13 doses de haxixe, um controlador de DJ, três colunas de som, um tripé, um gerador, um computador portátil e uns auscultadores.

Na nota é ainda referido que a operação contou com o reforço do Grupo de Intervenção de Ordem Pública (GIOP) da Unidade de Intervenção (UI).

[Notícia atualizada às 13:49] 

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.