Segundo um comunicado do Comando Territorial de Setúbal da GNR, enviado à agência Lusa, a festa, que decorria na quinta-feira, foi terminada por intervenção de militares do Destacamento Territorial de Grândola.

Após uma denúncia de que estaria a decorrer uma festa privada, com a presença de algumas dezenas de pessoas, os militares da guarda deslocaram-se ao local, refere o comunicado.

"Já na zona onde estaria a decorrer a referida festa, uma moradia vedada, foi possível constatar a presença de cerca de 40 pessoas, tendo os militares da GNR procedido à identificação do responsável pelo evento, fazendo igualmente cessar o mesmo", adianta o comunicado.

De acordo com a Guarda Nacional Republicana (GNR), o responsável pela festa foi informado que "não é permitido o ajuntamento superior a 20 pessoas, em respeito pelas normas em vigor".

Após terem sido abordadas pelos militares da GNR, as pessoas presentes no evento acataram as indicações e terminaram a festa, acrescenta o comunicado.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.