De acordo com o boletim epidemiológico regional, as infeções ativas consistem em 29 casos importados identificados no contexto das atividades de vigilância implementadas no Aeroporto da Madeira e 11 são casos de transmissão local.

Relativamente ao isolamento dos casos positivos, 21 pessoas cumprem isolamento numa unidade hoteleira dedicada e 19 em alojamento próprio.

Quanto à cadeia de transmissão identificada no concelho do Funchal, com associação a dois casos positivos recentemente diagnosticados no contexto da operação de rastreio, o IASAÚDE esclarece que a investigação epidemiológica permitiu identificar, até ao momento, 15 contactos – seis foram casos confirmados e nove foram negativos.

Todos os contactos permanecem em isolamento e a investigação epidemiológica continua em curso.

Por outro lado, nas últimas 24 horas foram sinalizadas três situações suspeitas no contexto da operação de rastreio de viajantes nos portos e aeroportos da Madeira e do Porto Santo.

No total desta operação, que entrou em vigor a 01 de julho, os serviços de saúde da região já realizaram 41.961 colheitas para teste ao novo coronavírus, o que corresponde a cerca de metade dos passageiros desembarcados no arquipélago.

“À data, 17.321 pessoas estão a ser acompanhadas pelas autoridades de saúde dos vários concelhos da região, com recurso à aplicação ‘MadeiraSafeToDiscover’, 7.749 destas pessoas estão em vigilância ativa”, refere o IASAÚDE.

Em Portugal, morreram 1.819 pessoas das 57.768 confirmadas como infetadas, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A pandemia de covid-19 já provocou pelo menos 843 mil mortos e infetou mais de 25 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.