A fonte do Hospital do Espírito Santo de Évora indicou à agência Lusa que estão ainda internados naquela unidade hospitalar, em "enfermaria covid", ligados ao surto de Vila Viçosa, quatro mulheres e dois homens infetados com o novo coronavírus, com idades entre os 86 e os 90 anos.

O vice-presidente da Câmara de Vila Viçosa, Luís Nascimento, disse hoje à Lusa que os testes rápidos de rastreio à covid-19, que o município adquiriu, num total de mil, que se destinam a testar gratuitamente os trabalhadores da autarquia e a população do concelho, começam a ser feitos na terça-feira.

O município abriu inscrições para os residentes no concelho interessados em efetuar o teste.

O autarca indicou ainda que já foram transferidos para o hospital de retaguarda, que funciona no antigo Centro de Saúde da vila, dois utentes do lar da Santa Casa da Misericórdia de Vila Viçosa, que estão infetados com o novo coronavírus que provoca a covid-19.

Contactada pela Lusa, a Administração Regional de Saúde (ARS) do Alentejo indicou que, de acordo com a atualização de dados de hoje de manhã da Autoridade de Saúde Pública, há 69 pessoas infetadas com o vírus que provoca a doença covid-19 referentes a este surto, mais seis do que na quarta-feira.

Neste total, segundo a ARS do Alentejo, estão incluídos 29 utentes de unidades da Santa Casa da Misericórdia de Vila Viçosa, nove funcionários da instituição e 31 pessoas da comunidade.

A Câmara de Vila Viçosa indicou hoje à Lusa que existem no concelho 75 casos ativos de infeção com o vírus que provoca a covid-19, segundo dados da Direção-Geral da Saúde, mais quatro do que na quinta-feira, sem precisar quais são referentes ao surto.

Segundo o provedor da Santa Casa da Misericórdia, Jorge Rosa, a primeira pessoa que testou positivo ao novo coronavírus SARS-CoV-2 foi uma funcionária do Centro de Dia de Bencatel, que, após confirmação, deu origem aos testes realizados no dia 14 deste mês.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 1,1 milhões de mortos e mais de 41,3 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 2.276 pessoas dos 112.440 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.