Em declarações à ABC News, Katsunobu Kato, porta-voz do governo japonês, referiu que esta variante "pode ser mais contagiosa do que as variantes convencionais e, se continuar a propagar-se internamente, pode levar a um rápido aumento de casos".

De acordo com o Instituto Nacional de Doenças Infecciosas, a variante parece ter tido origem no exterior e é diferente de outros tipos que foram encontrados esporadicamente no Japão.

Até ao momento, o Japão identificou 151 casos de variantes do Reino Unido, África do Sul e Brasil, de acordo com o ministério da saúde.

O Japão enfrentou a terceira vaga da pandemia de covid-19 este inverno e mantém ativados os níveis de alerta, embora tenha registado muito menos infeções em comparação com outras grandes economias.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.