Em comunicado, as autoridades da cidade de Austin, que acolhe a conferência, anuncia o cancelamento das datas de março do SXSW e  do SXSW EDU devido à preocupação com a propagação do vírus responsável pela doença Covid-19.

Antes do cancelamento, vários grandes compradores de conteúdo audiovisual, como Netflix, Amazon e Apple, tinham anunciado a ausência do festival no Texas, que é um importante mercado de filmes.

O impacto não será limitado a grandes estúdios. Stephen Nemeth, que produziu "Panic and Madness in Las Vegas" (1998), estrelado por Johnny Depp, planeava apresentar uma nova produção dedicada ao jornalista Hunter S. Thompson no festival em Austin.

"Temos um cinema com 1.100 lugares ... é muito para preencher se o festival tiver apenas 25% da capacidade", disse, citado pela AFP, ainda antes do anúncio do canelamento.

Até esta  setxa-feira, mais de 50 mil pessoas tinham assinado uma petição on-line a pedir o cancelamento do SXSW. Apesar de os organizadores insistirem na manutenção do evento na data prevista, as notícias sobre desistência de participantes importantes, como a Warner Bros e a CNN, vinham levantando mais dúvidas.

"Não creio que conseguirá um comprador porque creio que haverá poucos", disse Nemeth, que agora acredita que é mais provável que venda seu filme "Freak Power" através de exibições privadas em Hollywood. "Não tenho a certeza de que o SXSW seja realizado", cita ainda a AFP.

Outros eventos cinematográficos, como o CinemaCon em Las Vegas e o festival de cinema de Cannes, estão também a ser analisados.

O surto de Covid-19, detetado em dezembro na China, já provocou 3.456 mortos e infetou mais de 100 mil pessoas em 92 países e territórios.

Das pessoas infetadas, mais de 55 mil recuperaram.

A Organização Mundial de Saúde declarou a epidemia de Covid-19 como uma emergência de saúde pública internacional e aumentou o risco de contágio para "muito elevado".

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.