No comunicado divulgado hoje, com a última atualização do boletim epidemiológico do concelho, a Câmara de Reguengos de Monsaraz (Évora) informou que o doente infetado com covid-19, que estava internado no Hospital do Espírito Santo de Évora (HESE), morreu “ao final” de quarta-feira, naquela unidade hospitalar.

O número de vítimas mortais resultantes deste surto, que foi detetado, a 18 de junho, no lar da Fundação Maria Inácia Vogado Perdigão Silva (FMIVPS), ascende agora a 16, tendo três dos óbitos ocorrido na instituição de apoio à terceira idade e as outras 13 pessoas morrido no HESE.

Os óbitos foram 14 idosos utentes do lar, um profissional da instituição e uma pessoa da comunidade.

Os casos ativos do surto da doença provocada pelo novo coronavírus SARS-CoV-2 neste concelho alentejano ascendem agora a 131 (na quarta-feira eram 133), dos quais 85 no lar da FMIVPS e 46 na comunidade.

Segundo o comunicado da Câmara e Autoridade de Proteção Civil de Reguengos de Monsaraz, com os dados mais recentes da situação epidemiológica há 14 pessoas curadas deste surto, sendo cinco profissionais do lar e nove habitantes da comunidade.

Com a situação no lar, o concelho de Reguengos de Monsaraz regista o maior surto no Alentejo da doença provocada pelo novo coronavírus SARS-CoV-2.

O município indicou que, dos 85 casos ativos de covid-19 no lar da FMIVPS (na quarta-feira eram 86, mas baixou devido à morte entretanto registada), 66 são de utentes e 19 são de funcionários.

No HESE, assinalou a câmara, estão internadas 10 pessoas relacionadas com este surto, das quais nove são utentes do lar, cinco deles em cuidados intensivos, e a outra é um caso de infeção na comunidade, que se encontra igualmente nos cuidados intensivos.

Os profissionais do lar que se encontram positivos estão “todos a recuperar nas suas residências”, acrescentou a autarquia.

“Estes números verificam-se num universo de cerca de 1.950 testes com resultado conhecido” até final de quarta-feira, dia em que foram revelados “os resultados de aproximadamente 50 testes”, assinalou o município, que informou que, para hoje e para sexta-feira, estão planeados “mais cerca de 40 testes”.

“Relativamente ao controlo da propagação na comunidade, não se registou qualquer caso no dia de ontem [quarta-feira] nos testes com resultados conhecidos durante o dia”, disse.

Segundo a câmara, “continua o surgimento de novos casos de cura” e “a Autoridade de Saúde Pública considera que o surto está em resolução, caso não existam novas cadeias desconhecidas”.

A Área Dedicada à Covid-19 (ADC) de Reguengos de Monsaraz continuará em atividade no Pavilhão Polidesportivo da Escola António Gião (Escola Amarela), com testes e testes de cura na comunidade, de acordo com as decisões da Autoridade de Saúde Pública, referiu o município.

Portugal contabiliza pelo menos 1.631 mortos associados à covid-19 em 44.859 casos confirmados de infeção, segundo o último boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.