Itália

A Itália registou 1.587 novos contágios com coronavírus nas últimas 24 horas, aumentando o total de casos para 298.156 desde o início da pandemia, informou hoje o Ministério da Saúde local.

Neste domingo registaram-se mais 15 mortos, aumentando o total de óbitos por covid-19 para 35.707, de acordo com a mesma fonte.

A região mais afetada pela pandemia continua a ser a Lombardia, seguindo-se Veneto, Campânia e Lácio, onde fica a capital, Roma.

Itália, que decretou o estado de emergência a 21 de fevereiro, é o segundo país europeu mais afetado pela pandemia de covid-19, depois do Reino Unido.

Segundo um balanço feito pela agência francesa AFP, a pandemia de covid-19 já provocou pelo menos 957.948 mortos e mais de 30,8 milhões de casos de infeção em 196 países e territórios, desde que um novo coronavírus foi detetado no final de dezembro, na China.

Hoje e segunda-feira os italianos vão pela primeira vez às urnas desde o início da pandemia, para eleger os governos de sete das 20 regiões e votar em referendo a redução em um terço do número de deputados.

Inicialmente programadas para o final de março, estas duas eleições foram adiadas várias vezes devido à pandemia. O Governo italiano optou por distribuir a votação por dois dias para evitar multidões.

Todos os olhos estão voltados para três das regiões, onde uma vitória da direita pode abalar o Governo do primeiro-ministro, Giuseppe Conte, apoiado pela coligação entre o Movimento 5 Estrelas (M5S, antissistema) e o Partido Democrata (PD, centro-esquerda).

As três regiões em questão são Campânia, Apúlia e principalmente Toscânia, bastião da esquerda há mais de meio século e onde as urnas colocam candidatos da esquerda e da coligação de direita (que inclui partidos de extrema-direita) muito próximos.

Reino Unido

O Reino Unido regista hoje 18 mortes e 3.899 novos casos de infeção e o governo britânico pondera avançar com restrições sociais ou confinamentos nos próximos dias, disse hoje o ministro da Saúde do país.

Matt Hancock disse hoje à BBC que abordou, este fim de semana, com o presidente da câmara da capital, que tipo de medidas seriam necessárias para conter a propagação no novo coronavírus.

O governante afirmou que “não se pode descartar que, em algum momento da próxima semana, se volte a pedir aos cidadãos que trabalhem a partir de casa e alertou que só cumprindo as regras se pode evitar um novo confinamento.

O Reino Unido regista 394.257 casos confirmados e 41.777 mortes por covid-19 desde o início da pandemia.

Do total de mortes, 18 ocorreram nas últimas 24 horas, segundo o balanço mais atual hoje divulgado.

O país regista hoje 3.899 novos casos de infeção, um número um pouco inferior ao divulgado no sábado, quando se atingiu 4.422, o recorde de casos positivos diários.

Na capital, por cada 100.000 habitantes, o número de infetados aumentou numa semana de 18,8 para 25 e estima-se que os positivos identificados em Londres tenham chegado ao norte de Inglaterra, onde já existem controles mais rígidos.

Perante a situação, o Governo anunciou, a partir do dia 28, aplicar multas até 10 mil libras (10.690 euros) para cidadãos infetados que não cumpram o isolamento profilático ou que suspeitos de terem estado em contacto com pessoas infetadas.

Quem tiver menos rendimentos e tiver de se manter em quarentena beneficia de um subsídio de 500 libras (531 euros).

França

França contabilizou 10.569 novas infeções pelo novo coronavírus nas últimas 24 horas, um número inferior aos registados nos dias anteriores, mas a redução poderá estar a ser influenciada pelo encerramento de vários laboratórios ao fim de semana.

De acordo com o boletim epidemiológico diário divulgado pela Agência Nacional de Saúde francesa, citado pela agência espanhola Efe, 12 pessoas morreram no último dia, número que eleva para 31.585 o número de mortes desde o início da pandemia de covid-19.

O número de novos casos é inferior em relação a sábado (13.498), mas o número poderá estar aquém da realidade, uma vez que vários laboratórios que fazem testes estão encerrados.

O número total de infetados desde o início da pandemia situa-se agora nos 453.763.

Segundo as autoridades sanitárias francesas há 40 novos focos de contágio no país, elevando o total para 1.045.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.