Os dados da DGS indicam 1.528 mortes relacionadas com a covid-19 e 38.841 casos confirmados desde o início da pandemia.

Em comparação com os dados de sexta-feira, hoje constatou-se um aumento de óbitos de 0,07%. Já os casos de infeção subiram 1%.

Do total de pessoas infetadas em Portugal, 422 estão internadas, o mesmo número de sexta-feira. Há 70 doentes em unidades de cuidados intensivos, mais três do que no dia anterior.

Dos 377 novos casos reportados nas 24 horas de sexta-feira, 74,8% (mais 282) registaram-se em Lisboa e Vale do Tejo (LVT), 15,6% (+59) no Alentejo, 5% (+19) no Algarve, 2,9% (+11) no Centro e 1,59% (+6) no Norte.

Na distribuição dos casos infetados por concelhos, Lisboa é o que regista o maior número de casos (3.096), seguido por Sintra (2.227), Vila Nova de Gaia (1.611), Loures (1.604), Amadora (1.405), Porto (1.363), Matosinhos (1.279) e Braga (1.238).

A região Norte continua a registar o maior número de infeções (17.242) e de mortes (814).

A região de Lisboa e Vale do Tejo regista 16.537 infeções e 435 mortos, a região Centro 247 óbitos e 3.966 caso confirmados, o Algarve 15 óbitos e 499 pessoas infetadas e o Alentejo dois mortos e 363 pessoas com covid-19.

No Alentejo, um surto de covid-19 detetado esta semana num lar de Reguengos de Monsaraz já registou 56 casos positivos, de 40 utentes e 16 funcionários, aguardando-se ainda o resultado de 47 testes.

No Algarve, foi nos últimos dias detetado um total de 90 casos relacionados com uma festa de aniversário realizada a 07 de junho num clube de Odiáxere.

Na Madeira e nos Açores não houve alterações, com um total de 91 e de 143 infetados, respetivamente.

Segundo o boletim da DGS, do total de mortes registadas até hoje, 768 são mulheres e 760 homens.

Por faixa etária, o maior número de mortes regista-se entre as pessoas com 80 ou mais anos (1.027), seguida pela faixa entre os 70 e os 79 anos (294). Entre a população com idades compreendidas entre os 60 e 69 anos há 138 mortes.

Os dados da DGS registam ainda 49 mortes na faixa etária entre os 50 e os 59 anos, 17 entre os 40 e os 49 anos, uma entre os 30 e os 39 anos e duas na faixa etária dos 20 aos 29 anos.

A informação divulgada pela DGS indica que, do total de casos de infeção, 21.848 são mulheres e 16.993 homens.

A faixa etária mais afetada pela doença é a dos 40 aos 49 anos (6.509), seguida da faixa entre os 50 e os 59 anos (6.239) e das pessoas com idades compreendidas entre os 30 e os 39 anos (6.113).

Segundo a DGS, 38% dos doentes apresentaram tosse, 28% febre, 21% dores musculares, 20% cefaleia, 15% fraqueza generalizada e 11% dificuldade respiratória.

A aguardar o resultado laboratorial estão 1.771 pessoas e em vigilância pelas autoridades de saúde estão 30.852.

O boletim diário indica ainda que desde o dia 01 de janeiro Portugal registou 361.848 casos suspeitos e que há 24.906 casos recuperados.

A pandemia de covid-19 já provocou cerca de 460 mil mortos e infetou mais de 8,6 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Depois de a Europa ter sucedido à China como centro da pandemia em fevereiro, o continente americano é agora o que tem mais casos confirmados e mais mortes.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.